Seguidores

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010



Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro
número e outra vontade de acreditar que daqui para frente...
tudo vai ser diferente!

Carlos Drummond de Andrade

FELIZ ANO NOVO QUE 2011 SEJA CHEIO DE SAÚDE, PAZ E MUITAS BENÇÃOS

sábado, 11 de dezembro de 2010

EXPRESSÕES NATALINAS



Estamos chegando perto do Natal, e para entrar no clima, trago para vocês algumas expressões em inglês relacionadas ao natal:

Christmas - Natal
Gift - presente
Santa Claus - Papai Noel (EUA)
Father Christmas - Papai Noel (Inglaterra)
Christmas Eve - Noite de Natal (a véspera)
Christmas Tree - Árvore de Natal
Nativity Scene - presépio
Christmas lights - pisca-pisca
Trimming the three - montando a árvore
Xmas - Natal (abreviatura)
White Christmas - natal com neve (neve, o que é isso mesmo? rs)
Midnight Mass - missa do galo
Reindeers - renas (do Papai Noel)
Turkey - peru
Sleigh - trenó
Christmas dinner - ceia de natal


Christmas Vocabulary in English:
advent- the arrival of someone or something important
Advent- the coming (or second coming) of Jesus Christ; the month leading up to Christmas
angel- a spiritual being acting as a messenger of God (usually shown as a human being with wings)
berry- a small round fruit
Bethlehem- the small town in the Middle East believed to be the birthplace of Jesus Christ
candle- a cylinder of wax with a central wick (like string) which burns to produce light
chimney- a vertical pipe in a house that allows smoke and gases to escape from a fireplace (Father Christmas traditionally enters a house through its chimney)
Christ- the title of Jesus (also used as His name)
Christian- a person who believes in Christianity; also an adjective
Christianity- the religion based on the teachings and person of Jesus Christ
Christmas- the annual Christian festival celebrating the birth of Jesus Christ (Christmas Day is on 25 December)
Christmas cake- a rich fruit cake covered with white icing, eaten at Christmas
Christmas card- a greetings card that people send to friends and family at Christmas
Christmas carol- a religious song or popular hymn that people sing at Christmas
Christmas Day- 25 December, the birthday of Jesus Christ
Christmas Eve- the evening or day before Christmas Day (24 December)
Christmas holidays- the holiday period for about a week before and after Christmas Day
Christmas present- a gift or present given at Christmas
Christmas tree- an evergreen tree (often a spruce) that people decorate with lights and ornaments at Christmas
cracker- a decorated paper tube that makes a sharp noise ("crack!") and releases a small toy when two people pull it apart
decoration- something that adds beauty; ornament
egg-nog- a traditional Christmas drink made of alcohol with beaten eggs and milk
Father Christmas- an imaginary being who brings presents for children on the night before Christmas Day (also known as Santa Claus) - traditionally an old man with a red suit and white beard
fireplace- a partly enclosed space in a house where people light a fire for warmth
frankincense- a gum used for incense, one of the gifts that the three wise men gave to Jesus
gold- a yellow precious metal, one of the gifts that the three wise men gave to Jesus
holly- an evergreen plant with prickly dark green leaves and red berries
Jesus- the name of Christ, the central figure of Christianity (believed by Christians to be the Son of God)
Joseph- the husband of Mary (the mother of Jesus)
magi- the wise men from the East who brought gifts for the baby Jesus
manger- a trough for food for horses or cattle (used by Mary as a cradle or bed for Jesus)
Mary- the mother of Jesus
mistletoe- a parasitic plant with white berries, traditionally used as a Christmas decoration
myrrh- a gum used for perfume or incense, one of the gifts that the three wise men gave to Jesus
nativity- the birth of a person
the Nativity- the birth of Jesus Christ
nativity play- a play that people perform at Christmas based on the birth of Jesus
new year- the start of a year; the period just before and after 1 January
New Year's Day- 1 January
New Year's Eve- 31 December
ornament- an object that adds beauty to something; a decoration
present- a thing given to somebody as a gift.
reindeer- a deer with large antlers found in some cold climates (believed to pull the sleigh for Santa Claus or Father Christmas)
Santa Claus- an imaginary being who brings presents for children on the night before Christmas Day- (also known as Father Christmas) - traditionally an old man with a red suit and white beard (Santa Claus may be based in part on the historical figure of Saint Nicholas.)
shepherd- a person who looks after sheep
sleigh- a sledge or light cart on runners pulled by horses or reindeer over snow and ice
snow- water vapour from the sky that falls as white flakes and covers the ground
star a bright point in the night sky which is a large, distant incandescent body like the sun
the star of Bethlehem- the star that announced the birth of Jesus and guided the wise men to find Him
tinsel- a decoration consisting of thin strips of shiny metal foil, traditionally used at Christmas
turkey- a bird like a large chicken, traditionally eaten at Christmas
white Christmas- a Christmas with snow on the ground
Xmas- abbreviation or informal term for Christmas

Christmas Expressions
•Merry Christmas!
•Happy Christmas
•Happy New Year!
•Merry Christmas and a Happy New Year!
•Wishing you a prosperous New Year
•All the best for the coming year
•Seasons Greetings!


FONTES:
http://inglesparaleigos2.blogspot.com/
http://www.englishclub.com/vocabulary/festivals-christmas.htm

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

SHAKESPEARE AND "TEN THINGS I HATE ABOUT YOU"

No mês de outubro postei algumas fotos da capacitação que participei na cidade de Altônia...algum...muito tempo depois, cumprindo minha promessa vou postar as sequências didáticas que trabalhamos lá e que eu já desenvolvi com meus alunos e deu suuuuuuuper certo. Estas atividades foram desenvolvidas para facilitar e enriquecer o trabalho com o Livro Didático Público - LEM - Inglês, aqui do Paraná (Disponível no portal dia-a-dia Educação). São várias aulas, hein...VAMOS LÁ... Iniciar a aula questionando aos alunos se eles já ouviram falar em William Shakespeare? Se conhecem alguma obra dele? Em seguida, passar o vídeo: "O Menestrel - Um dia Você Aprende - Shaeskepeare", pedindo que os alunos prestem atenção na maneira como o poema é declamado, no modo de falar, nos gestos, etc...


Apresentar uma rápida biografia do poeta em estudo, apresentando as características principais deste gênero textual.

William Shakespeare was one of the greatest poets and playwrights of all times. He was born in April, 1564, in a city called Stratford-upon-Avon, in England. He was the son of Mary and John Shakespeare. William was their third child and their first male baby. He was educated mainly at The New King’s School. As an adult, he married Anne and had three children. Later he moved to London. In London, Shakespeare started his successful career as a playwright and a poet. Around the year of 1592, Shakespeare was already famous for his drama work. By this period, he wrote “The Comedy of Errors” and “The Taming of the Shrew”. Later, he wrote “Titus Andronicus”, “Richard II”, “King John” and “Love’s Labour’s Lost”. His plays were shown at the famous Globe Theatre. Probably between 1599 and 1601 Shakespeare wrote “Hamlet” and after that he also wrote great stories. His style changed radically from comedy to tragedy. Shakespeare ended his career working with the new writer from “The King´s Men”, John Fletcher. According to some biographers, he wrote his three final plays with John. Other of his famous plays are “Macbeth”, written in the honor of a Scottish king; “King Lear”, a play about ingratitude; “The Tempest”, with a lyrical taste; “Romeo and Juliet”, a remarkable tragedy; and “The Taming of the Shrew”, presented as “a play inside a play”. Shakespeare became a rich man and got back to his hometown and died. Maybe because of a fever. It happened in 1616. The famous writer Alexandre Dumas stated: “After God, it was Shakespeare who created the most”. (Além das questões abaixo, podemos explorar: palavras transparentes, pronomes pessoais, passado dos verbos - lista dos verbos irregulares, etc...) - Answer the following questions in English: a. Where was Shakespeare from? Where did he start his carrer? b. Shakespeare was a playwright and a poet. Define “playwright” (look the word up in a dictionary). c. Which of Shakespeare’s plays cited in the text above is familiar to you? Can you write a few words about this play? d. What’s Dumas’ opinion about Shakespeare? Do you agree with him? Why? - Apresentar o vídeo com o trecho do filme em que Julia Stiles declama o poema de Shakespeare "Ten Things I Hate About You" (Baseado no livro "A Megera Domada")


(Conversar com os alunos, tentando saber o que eles consiguiram entender do poema e deixar que eles façam seus comentários sobre o mesmo. Se for necessário - com certeza será - passe o vídeo outras vezes, só então entregue o poema impresso)
“I hate the way you talk to me. And the way you cut your hair. I hate the way you drive my car. I hate it when you stare I hate your big dumb combat boots. And the way you read my mind. I hate you so much it makes me sick it even makes me rhyme. I hate the way you're always right. I hate it when you lie. I hate it when you make me laugh even worse when you make me cry. I hate it that you're not around. And the fact that you didnt call. But mostly I hate the way I don't hate you not even close, not even a little bit, not any at all.” E olha que legal o mesmo poema, cantado!!!


- Para que os alunos entendam melhor o contexto em que o poema está inserido, vamos fazer uma breve análise da sinopse do fime. (Apresentar as características deste gênero textual)
THE FILM
The film “10 Things I Hate About You” takes place in a modern high school in the U.S. Its plot is based on Shakespeare’s play: there are these two sisters whose father is a very strict man. He has a rule: the youngest sister will only be able to have a date when her older sister does first. The problem is that the sister is a ferocious girl. She hates the idea of having boyfriends and she prefers to study and read. Only a very brave man could tame this ‘shrew’... Everything happens in an everyday teenager environment, which includes peer pressure, tough teachers, school popularity and other issues. While watching the film, we can realize that a lot of characters’ names come from the original Shakespeare’s play. The oldest sister’s name is Kat, which is a reference to Katherina, the main character of “The Taming of the Shrew”. Her surname is Stratford, which is also a reference to Stratfordupon-Avon, the city where Shakespeare himself was born. Patrick’s surname, Verona, is the name of Petruchio’s hometown. Patrick is the brave guy that faces Kat’s toughness, and his name reminds the name of Shakespeare’s original, Petruchio. The name of the school in the film is “Padua”, the city where the original play takes place. At a certain point of the film, one of the characters says a line of Shakespeare’s 56 sonnet: “Sweet love, renew thy force”. Another character, Cameron, says: “I burn, I pine, I perish”, an original line from “The Taming of the Shrew”. Despite these references and others you’ll notice, the film is made for modern teenagers and the language used in it is very informal. Let’s watch it now?

* SEMPRE CHAMANDO A ATENÇÃO DOS ALUNOS PARA AS PALAVRAS TRANSPARENTES.

- Answer the following questions in English or in Portuguese:
1. What are the references showed in the film “10 Things I Hate About You”, about Shakespeare and his writings? (Try to watch some parts of the film again to confirm these references).
2. Look up in dictionaries and give the meaning of the original Shakespeare’s title “The Taming of the Shrew” in Portuguese.
3. Why hasn’t the title of the play received a literal translation in Brazil? Explain it. Why does it happen to other films’ and plays’ titles?
4. Do you know any other films’ or plays’ titles that were adapted (not literally translated)? Give 10 examples of English titled films and the names they received in Brazil (you can research in a rental store).
5. What’s your opinion about Kat’s father behavior? Is it too repressive? Can you compare it to real life parent’s behavior? Do they act like that sometimes? In your opinion, why does it happen?

Mais um gênero textual: Comentários sobre o filme

FILM REVIEWS
Lindsay Burrell 05/03/01
As an English student, I expected this film to fail miserably in an attempt to recreate the humor and the magic in Shakespeare original. However, I believe that the director managed to retain the ideas and the punch that the Master wrote. Having seen the film, I went out the second it was released on video and purchase a copy. My veredict? 11/10-just can’t get higher. Plus, Heath Ledger-mmm...

Archer 05/24/01
Ten things I hate about this movie: it wasn’t funny, inventive, smart, witty, dramatic, dazzling, spectacular, powerful. It didn’t mean anything to me as a teen, and Shakespeare would roll over in his grave if he knew what kind of movies were made from his plays.

Andrei 10/03/01
It was a great movie showing the hopes and the beliefs of some teenagers and I do believe that it deserves a special place in our movie culture.

- Answer the following questions about the reviews above (in English or in Portuguese):
1. Which review is negative and which one is positive? Why?
2. What is the meaning of the words in bold?
3. Who is the “Master” cited in the first review?
4. What would Shakespeare’s reaction be to this film according to the second review? Why?
5. According to the third review, what does the film show?
6. Do you know any other adaptations of Shakespeare´s originals? There are TV soap operas, films, poems. Can you name them? For example:”O Cravo e a Rosa” written by Walcir Carrasco, Brazilian TV soap opera based in “The Taming of the Shrew”.
7. Write:
a) A review about the film (a short text).
Did you like it? Why? Write your opinion in English, using the reviews you have already read as models.
b) A poem or make a list with the title “Ten Things I LOVE About You”, like Kat did in the film.

- Levando em consideração o vocabulário abaixo, realize as atividades propostas sobre os textos da página 166 do seu LDP- Língua Inglesa:
As- como / to fail- falhar / attempt – tentativa / however- contudo / wrote- escreveu / having seen – tendo visto / released - lançamento / to purchase- comprar / high – alto / funny- divertido, engraçado / smart- esperto, elegante / witty – espirituoso / dazzling deslumbrante/ powerful – poderoso / to mean – significar, fazer sentido / roll over- rolar / grave- túmulo / waht kind- que tipo / plays – peças / great- ótimo, grandioso / hope- esperança / beliefs- crenças/ our – nosso (a) / to believe- acreditar.

Escolha os comentários de acordo com as resenhas: (1), (2) e (3):
( ) Apesar de não corresponder completamente às expectativas, numa segunda vez a que se assistiu ao filme, foi possível elogiar.
( ) A resenha afirma que o filme mostra características da vida dos adolescentes e o filme é considerado muito bom.
( ) Shakespeare não teria gostado nada se visse o filme.
( ) Há um elogio para um dos atores do filme.
( ) A resenha utiliza o nome da obra no próprio texto para fazer uma crítica ao filme.

Por fim, a músicaaaaa.....UFA!!!!!


Can't Take My Eyes Off Of You (Frankie Valli)
You're just too good to be true
can't take my eyes off of you
You'd be like heaven to touch
I wanna hold you so much
At long last love has arrived
and I thank God I'm alive
You're just too good to be true
can't take my eyes off of you

Pardon the way that I stare,
there's nothing else to compare
The sight of you leaves me weak
there are no words left to speak
But if you feel like I feel,
please let me know that it's real
You're just too good to be true,
can't take my eyes off of you

I love you baby and if it's quite all right,
I need you baby to warm the lonely nightsI love you baby trust in me when I say
Oh pretty baby don't bring me down I prayOh pretty baby now that I found you, stay
And let me love you baby, let me love you

(No blog tem um post mais antigo com várias ideias de como trabalhar com música)

- No final pedi que montassem slides do poema, da música; apresentação da música (cantar); declamar o poema; declamar a música (como se fosse poema)...

Foi um trabalho bem gostoso, e apesar de utilizar o mesmo tema, não ficou cansativo, pois foi abordado de formas diferentes, com gêneros diferentes...


FONTES:
www.youtube.com.br http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/diaadia/diadia/arquivos/File/livro_e_diretrizes/livro/lem/seed_lem_esp_ing.pdf
http://www.joblo.com/10things.htm, online on September 19, 2005

Profª Sandra Regina F. Arante Tobbin (Altônia-Pr)
Profª Ana Karina Sartori Ramos (Cascavel-Pr)

E tem uns pitacos meus aí tb... Espero que gostem!!!Fuiiiiii!!!!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

SOBRE JEQUITIBÁS E EUCALIPTOS - Rubem Alves


Que aconteceu aos tropeiros? Meu pai se consolou dizendo que, naquele tempo, tropeiro era dono de empresa de transportes. O fato, entretanto, é que o tropeiro desapareceu ou se meteu para além da correria do mundo civilizado, onde a vida anda ao passo lento e tranqüilizante das batidas quaternárias dos cascos no chão...

E aí comecei a pensar sobre o destino de outras profissões que foram sumindo devagarinho. Nada parecido com aqueles que morrem de enfarte, assustando todo mundo. Aconteceu com elas o que acontece com aqueles velhinhos de quem a morte se esqueceu; e que vão aparecendo cada vez menos na rua, e vão encolhendo, mirrando, sumindo, lembrados de quando em vez pelos poucos amigos que lhes restam, até que todos morrem e o velhinho fica, esquecido de todos.. .E quando morre e o enterro passa, cada um olha para o outro e pergunta: "Mas quem era este?". Não foi assim que aconteceu com aqueles médicos de antigamente, sem especialização, que montavam a cavalo, atendiam parto, erisipela, prisão de ventre, pneumonia, se assentavam para o almoço, quando não ficavam para pernoitar, e depois eram padrinhos dos meninos e não tinham vergonha de acompanhar o enterro? Também o boticário, um dos homens mais ilustres e lidos da cidade, presença cívica certa ao lado do prefeito e do padre, pronto a discursar quando o bacharel faltava, tendo sempre uma frase em latim para ser citada na hora certa... E o boticário fazia suas poções, e a gente lavava, em água quente, os vidros vazios em que ele iria pôr os seus remédios. E me lembro também do tocador de realejo que desapareceu, eu penso, porque com o barulho que se faz nas cidades, não há ninguém que ouça as canções napolitanas que a maquineta tocava. E me lembro também do destino triste do caixeiro-viajante, cujo progressivo crepúsculo e irremediável solidão foram descritos por Arthur Miller, em A morte do caixeiro-viajante.

Foi o tema que me deram "a formação do educador", que me fez passar de tropeiros a caixeiros. Todas, profissões extintas ou em extinção.

Educadores, onde estarão? Em que covas terão se escondido? Professores, há aos milhares. Mas professor é profissão, não é algo que se define por dentro, por amor: Educador, ao contrário, não é profissão; é vocação. E toda vocação nasce de um grande amor, de uma grande esperança.

Profissões e vocações são como plantas. Vicejam e florescem em nichos ecológicos, naquele conjunto precário de situações que as tornam possíveis e - quem sabe? - necessárias. Destruído esse habitat, a vida vai se encolhendo, murchando, fica triste, mirra, entra para o fundo da terra, até sumir.

(Fragmento de texto extraído de: Conversas com quem gosta de ensinar. São Paulo : Cortez, 1981.)

FONTE:
http://www.aomestre.com.br/jpp/jp02/jp09b.htm


AGRADECIMENTO:
Quero agradecer a minha tia Izabel, uma "educadora" persistente, que me apresentou este texto maravilhoso...

domingo, 17 de outubro de 2010

"Day in the life of a little girl" - Norman Rockwell

Utilizo a TV Multimídia para a visualização da imagem abaixo.



1. Observe as cenas da ilustração de Norman Rockwell - "Day in the life of a little girl". Imagine que as personagens da "história" são Mary e Johnny.
Em seguida, numere as frases abaixo na ordem das cenas que compõem esse dia tão especial para Mary.

a. Johnny is sad. It's time to say goodbye. Or is it just "see you later?"

b. Mary is in front of mirror again. She is wearing her hair in a braid. She's getting ready for the party.

c. Mary is still sleeping. What is she dreaming about?

d. There's a full moon tonight. It's time for romance, and Johnny is trying to kiss Mary.

e. The girl is saying her prayers.

f. Mary is late for her swimming class. She's eating a banana.

g. Mary is sleeping now. Is she dreaming about Johnny?

h. One bicycle for two kids. Johnny and Mary are riding a bike.

i. Splash! Mary is jumping into the water.

j. Mary is writing in her diary. What a great day!

k. Johnny is a naughty boy. He is ducking Mary (he is pushing her under water).

l. What a nice birthday party! The kids are having a lot of fun.

m. Tit for tat. Mary is ducking Johnny (she is pushing him under water).

n. The two kids are going to the movies. Johnny is buying the tickets. Mary is eating popcorn.

o. Mary gets mad at Johnny. "Don't ever do that again!", she warns him.

p. Mary is putting on her bathing cap.

q. Mary is waking up. She is yawning.

r. Mary is still sleepy. She is in front of the mirror. She is getting ready to go to the club.

s. Good friends again. Johnny offers Mary a bite os his hot dog.

t. What a cool movie! The two kids are whatching a movie and eating popcorn.

u. Mary is taking a shower.

v. The party is over. Johnny is taking Mary home. She has a small basket in her hand.


2. Pesquise a ilustração "Day in the life of a little boy", também de Norman Rockwell e descreva a sequência dos acontecimento. Você pode utilizar as frases da atividade anterior adaptando-as de acordo com as cenas desta ilustração. (Atividade para entregar)


OBS.: Explorar o tempo verbal (Present Continuous), as formas contraídas, etc

FONTES:
INGLÊS - Série Ensino Médio - Amadeu Marques - 5ª Ed. - Editora Ática
www. google.com.br

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia dos Professores / Teacher's Day


Oração do Professor

Obrigado, Senhor, por atribuir-me a missão de ensinar e por fazer de mim um professor no mundo da educação.

Eu te agradeço pelo compromisso de formar tantas pessoas e te ofereço todos os meus dons.

São grandes os desafios de cada dia, mas é gratificante ver os objetivos alcançados, na graça de servir, colaborar e ampliar os horizontes do conhecimento.

Quero celebrar as minhas conquistas exaltando também o sofrimento que me fez crescer e evoluir.

Quero renovar cada dia a coragem de sempre recomeçar.

Senhor!
Inspira-me na minha vocação de mestre e comunicador para melhor poder servir.

Abençoa todos os que se empenham neste trabalho iluminando-lhes o caminho .

Obrigado, meu Deus, pelo dom da vida e por fazer de mim um educador hoje e sempre.

Amém!




FELIZ DIA DOS PROFESSORES À TODOS NÓS... VERDADEIROS GUERREIROS NA PRÁTICA DE ENSINAR...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

NRE Itinerante - Altônia - Outubro/2010

Nos dias 06, 07 e 08/10/10, participei de mais um NRE Itinerante, para quem não conhece é quando o Núcleo Regional de Educação, sai do seu espaço físico e se junta as várias escolas das cidades de sua jurisdição, promovendo troca de experiências, cursos, etc...E sinceramente, este foi um dos melhores que já participei, apesar do cansaço, foi extremamente proveitoso.
Vou postar algumas fotos deste encontro com professores de Língua Estrangeira Moderna (Inglês e Espanhol) e depois postarei as atividades e dinâmicas compartilhadas lá...








domingo, 10 de outubro de 2010

Lindas Imagens de Crianças...

E como está se aproximando o Dia da Criança, vi neste site imagens lindas de crianças...

Espero que gostem...

http://www.kim-arts.com/







E tem outras tão maravilhosas quanto essas.

Vocês também podem procurar por Anne Geddes, uma fotógrafa australiana que arrasa nas fotos de crianças...

Até o próximo post... Kisses

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Cartazes para escolas

O site "Educar para Crescer" disponibilizou vários cartazes para imprimir e utilizar na escola. São incentivos para escrita, leitura, boas vindas aos pais, etc... vale a pena!!!

http://educarparacrescer.abril.com.br/cartazes/index.shtml

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Which came first: the chicken or the egg?



Quem veio primeiro: o ovo ou a galinha?

Researchers in England discovered the answer by this mistake. They used a super computer to zoom in on the shell-making process while a new shell was forming. They said it all boils down to one protein called OC17 that is essential for forming eggshell. This protein is only found inside a chicken's ovaries, which is proof that the chicken came first. The big question now is where chickens came from. The answer to that is: FROM DINOSSAUROS.

Pesquisadores na Inglaterra, descobriram a resposta por este equívoco. Eles usaram um super computador para ampliar o processo de formação da casca do ovo, enquanto uma nova casca estava se formando. Eles disseram que tudo se resume a uma proteína chamada OC17 que é essencial para a formação da casca. Esta proteína é encontrada apenas no interior dos ovários de uma galinha, que é a prova de que a galinha veio primeiro. A grande questão agora é de onde as galinhas vieram. A resposta para isso é: DOS DINOSSAUROS.

Expressions with EGG:

1 - To walk on eggshells - Pisar em ovos

2 - Don't put all your eggs in one basket - Não aposte todas as suas fichas

3 - Beaten whites - Clara em neve

4 - Scrambled eggs - Ovos mexidos

5 - To lay an egg - Botar um ovo

6 - Yolks of eggs - Gemas de ovos

7 - Go fry an egg - Vá catar coquinho

8 - That guy is a real rotten egg - Aquele cara é má influência

9 - Boiled egg - Ovo cozido

10 - Fried egg - Ovo frito


FONTE:
http://inglescompipoca.blogspot.com/

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Trabalhando vocabulário com curtas sem diálogos

Filmes curtos e sem diálogos, como "The black Hole", podem ser uma excelente maneira de trabalhar com vídeos em sala de aula.
Como estes videos não contém detalhes, eles podem ser usados em aulas de qualquer língua estrangeira. As atividades podem ter dois níveis de dificuldade e serem apresentadas individualmente ou em conjunto.

1) Atividade mais fácil: Mostrar o vídeo e depois fazer perguntas para testar a memória dos alunos para detalhes. O objetivo é, também, apresentar ou revisar vocabulário. No caso do vídeo citado acima, possíveis perguntas seriam:

a)What color tie is the man wearing? (Qual a cor da gravata que o homem está usando?)

b)Does he have straight or curly hair? (Ele tem cabelo crespo ou liso?)

c)Can you name at least three other objects which can be seen in the room besides the copier? (VocÊ poderia dar o nome de três objetos que podem sr vistos na sala além da copiadora?)

d)What is the first object he accidently throws into the back hole? (Qual o primeiro objeto que ele acidentalmente jogano buraco negro?)

e)What does he get from the vending machine? (O que ele tira da máquina de vender?)

f)What is there outside the door which leads to the safe? (O que há do lado de fora da portaque leva ao cofre?)

g)What is the door knob like? (Como é a maçaneta?)

h)What is there next to the safe? (O que há ao lado do cofre?)

i)What color is the paper which ties the money stacks together? (Que cor é o papel que segura as notas juntas?)


2)Atividade mais difícil: Pedir aos alunos que transcrevam em palavras a história que o vídeo conta, inclusive com a moral.

Variação: Antes de mostrar o vídeo, diga aos alunos que prestem atenção aos detalhes do que irão assistir, pois eles terão de fazer perguntas (individualmente ou em grupo, dependendo do tamanho da turma) para os outros alunos/grupos. Deixe claro que as perguntas não serão sobre o enredo da história, mas sobre detalhes sobre a sala onde ocorre a história ou seu(s) personagem(s).

Uma outra história curta, muito adequada para a época do Dia dos Namorados, é "Post-it Love".

Veja os vídeos abaixo:





FONTES:
http://www.youtube.com.br
http://www.linguaestrangeira.pro.br/

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Letra de música com palavras traduzidas

Sempre em busca de novas maneiras de trabalhar com música em sala de aula, encontrei essa nova abordagem que deu bem certo. Depois de escolher a letra com que vou trabalhar, normalmente a partir dos pedidos dos próprios alunos, busco a letra na Internet e colo num documento Word. Depois, tiro uma palavra de cada verso e a escrevo entre parênteses, em português, ao lado. Procuro escolher as palavras que os alunos provavelmente já conhecem.

Num primeiro momento, os alunos tentam encontrar, no seu vocabulário em inglês, uma palavra equivalente à que foi escrita em português na margem. Se eles não souberem, devem ser instruídos a deixar a lacuna em branco.

Depois, escutam a música e confirmam se seus palpites estavam certos, além de completar possíveis palavras que eles não haviam conseguido lembrar.

Aí vai como exemplo uma música que trabalhei com meus alunos do Ensino Médio.

Trampoline (Never Shout Never)

And who would have thought
That a cutie.............(torta)just like you [PIE]
Would have anything to do
With a smelly dude like me
I find it hard..................(acreditar/2words) [TO BELIEVE]

And who would have thought
That you ever would have
Kissed my.................(rosto) [CHEEK]
In your.....................(quintal) [BACKYARD]
on your trampoline that................(noite) [NIGHT]
I...........(nunca)put up a fight [NEVER]

And I know that you're all shook up
From a................(terrível)relationship [TERRIBLE]
He broke your....................(coração) [HEART]
Yeah, he tore you in to....................(pedaços) [PIECES]
But I................(prometo)you dear [PROMISE]
I'll never..............(tocar)you like he did [TOUCH]

So baby, please take my ..................(mão) [HAND]
And you'll never be................(sozinho)again [ALONE]

And every single time I look in to your .........(olhos) [EYES]
I see a little bit more sunshine
I feel a little bit more like me
Instead of who I turned out to be
I wouldn't trade it for a thing
Could I..........(chamar)you my baby? [CALL]

REPEAT PART 3

So baby, please take my hand
And you'll never be alone again
Cause I know he broke your heart
But I'll love you ‘til the end

So baby, please take my hand
And you'll never be alone again



TRADUÇÃO - Trampolim (Never Shout Never )

E quem teria pensado
Que uma torta bonitinha como você
Teria algo a ver
Com um cara malcheiroso como eu
Acho difícil de acreditar

E quem teria pensado
Que você teria
Beijado meu rosto
Em seu quintal
Em seu trampolim naquela noite
Nunca compro uma briga

E eu sei que você está toda abalada
De uma relação terrível
Ele partiu seu coração
Sim, ele rasgou você em pedaços
Mas eu prometo a você, querida
Eu nunca vou te tocar como ele

Então, baby, por favor, pegue minha mão
E você nunca mais estará sozinha novamente

E cada vez que eu olho nos seus olhos
Eu vejo um pouco mais de luz do sol
Eu me sinto um pouco mais parecido comigo
Em vez de quem eu virei a ser
Eu não trocaria isso por nada
Poderia te chamar de meu amor?

Então baby, por favor, pegue minha mão
E você nunca estará sozinha novamente
Porque eu sei que ele partiu seu coração
Mas eu vou te amar até o fim

Então baby, por favor, pegue minha mão
E você nunca estará sozinha novamente

FONTES:
http://www.linguaestrangeira.pro.br
http://www.vagalume.com.br
http://www.youtube.com/watch?v=_OCmyPr8jFA&ob=av2n

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O AMOR É ROSA - Içami Tibi


Eu sou branco. Você é vermelho. Quando estamos juntos somos rosa. Antes de eu conhecer você, eu não sabia o que era ser rosa.
Até que eu vivia bem sozinho: comia o que e na hora que eu queria: saía quando bem entendia para ir ao lugar a que tinha vontade de ir, com liberdade, independência e auto-suficiência.
Quando eu vi você, fiquei vermelho de paixão e nem me incomodei com os meus brancos. Até perceber que eu já não era mais o branco. Foi quando o vermelho começou a me sufocar e, então, brancamente me protegi. Mas às vezes eu me irritava e brigava com você. No fundo era porque você era vermelha e não branca igualzinha a mim. Percebi-me em alguns variados momentos querendo mudar a sua cor. Ainda bem que você soube permanecer-se vermelha, ter suas próprias emoções, sentimentos, comportamentos e pontos de vista. Caso contrário, você seria também branca.
Mas tive minhas reticências, pois estava acostumado ao meu ritmo e modo de vida brancos. Temi perder minha individualidade. Mas aos poucos fui descobrindo que o branco para se transformar em rosa não é se perder, desestruturar-se e desaparecer, mas é completar-se com o vermelho. O rosa me atemorizou, mas hoje vejo quanto é gostoso conviver, relacionar-se, amar e ser amado. Dá mais trabalho, porque nem tudo pode e deve ser feito brancamente, mas sem dúvida tudo pode ser mais gostoso e rico com o vermelho. Frequentemente, um bom lanche branco não é tão agradável quanto um singelo jantar rosa.

Atividades sobre o texto:

1) Expresse por meio de imagem, pode ser desenho ou recortadas de revistas ou jornais, as impressões causadas pelo texto em você. Quais sentimentos estão presentes durante a leitura?

2) Explique como você entende esse trecho. “Eu sou branco. Você é vermelho. Quando estamos juntos somos rosa . . .”

3) Por que o narrador afirma que “Antes de eu conhecer você, eu não sabia o que era ser rosa . . .” ?

4) Releia o 3º parágrafo. Usando as cores como referência, o narrador fala sobre os conflitos que ocorrem em um relacionamento. Retire desse parágrafo alguns exemplos que mostram esse conflito.

5) O narrador confessa que temia perder a sua individualidade, se entregando ao relacionamento. Em seguida, afirma que se entregar não é a mesma coisa que se perder. O que ele quis dizer com isso?

6) Segundo o texto: Por que dá mais trabalho “ser rosa”?

7) Sobre os sentidos das palavras no texto:

- Diga os possíveis sentidos para as palavras abaixo, considerando seu significado no texto e fora:

Rosa – abismo – mar – estrela

- Perceba que no texto existe uma palavra em negrito e sublinhada, caso ela fosse substituída pela palavra “viver”, o sentido da frase mudaria ou ficaria o mesmo? Por que isso acontece?


Reflita!
- Ao ler o texto, você deve ter percebido que o tema é o AMOR, que pode ser expresso de diversas maneiras. Existe o amor entre pais e filhos; amigos; avós e netos; namorados...

Agora pense e reflita sobre as questões abaixo:

-Para você, o que é o amor?
-Você acredita que todo amor deve ser sempre “perene”, “eterno”, sem fim? Comente sua opinião.
-Por que o ser humano tem a necessidade de amar?

PRODUÇÃO DE TEXTO
A partir das reflexões escreva um texto, em forma de narrativa (uma história), sendo que as personagens da história estejam envolvidas em algum conflito e necessitam resolver sem usar a violência ou estupidez. Use sua criatividade e sensibilidade!!!

* O título do texto consiste em recurso expressivo.
* Compreendeu e desenvolveu o tema proposto de acordo com o contexto de produção solicitado
* Durante o desenvolvimento da carta, há progressão, clareza e coesão na apresentação doa fatos
* O vocabulário empregado no texto é variado e está sendo usado como um recurso expressivo
* A organização sintática dos períodos e a pontuação são apropriadas aos objetivos e à estrutura global da narrativa
* As relações de concordância estão ajustadas ao padrão culto da escrita
* O texto é redigido segundo às normas ortográficas oficiais

FONTE:
http://www.cscj-saoborja.com.br

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Texto em Inglês para Iniciantes: Housewife

Abaixo você lerá um texto voltado para alunos iniciantes. Porém, antes de ler o texto é importante reponder algumas perguntas para que você tenha uma noção sobre o tema central do texto. Depois você aprenderá algumas chunks of language utilizado no texto e que servirão como base para que você compreenda melhor o texto.

-Você sabe o significado da palavra 'housewife'?
-Em sua opinião, ser uma 'housewife' é um trabalho difícil ou não?
-O que uma 'housewife' faz no seu dia a dia?
-Você acha que 'housewives' deveriam receber um salário pelo trabalho que fazem?

Antes de ler o texto, pratique os chunks abaixo. Caso não saiba a pronúncia de alguma palavra, entre no site do MacMillan Dictionary, procure a palavra que deseja. Quando ela aparecer clique no botão 'pronunciation' que estará ao lado dela. Uma dica para que você fixe esses chunks é anotá-los em uma folha de papel. Faça uma coluna para os chunks em inglês e outra para os chunks em português. Pratique os chunks em inglês em voz alta. Só leia o texto quando estiver com a maioria desses chunks na ponta da língua e fixos na memória.

I worked for [eu trabalhei para], you're really lucky [você tem muita sorte], stay at home [ficar em casa], all day [o dia todo], I'm very busy [eu vivo muito ocupada], I get up [eu acordo, eu levanto], fix breakfast [preparar o café da manhã], take (someone) to school [levar (alguém) para a escola], I look after [eu tomo conta de], during the day [durante o dia], do the laundry [lavar a roupa], do the shopping [fazer as compras, fazer o supermercado, fazer o rancho], do the cleaning [limpar a casa, fazer a limpeza], do the cooking [fazer a comida, cozinhar], a very difficult job [um trabalho muito díficil]

Agora leia o texto a seguir e identifique [circule, grife] os chunks que você viu acima. Não se preocupe com detalhes de gramática [regras], preposições, palavras isoladas, etc. Apenas identifique os chunks que você viu acima.

Before I got married, I worked for a large company. I was a secretary. Now I'm a housewife. I don't like it when people say, "Oh, so you don't work" or "You're really lucky. I'd like to stay at home all day". They don't understand I'm very busy all day. I get up before my husband to fix breakfast for him and the children. Then I take my son Henrique to school. I have another son, Miguel, who is four, so I look after him during the day. I do the laundry, I do the shopping, I do the cleaning, I do the cooking. It's a very difficult job.

Agora releia o texto e procure prestar atenção ao que está sendo dito. Depois responda as perguntas abaixo:
-Foi mais fácil interpretar o texto tendo praticado os chunks of language antes da leitura?
-Você conseguiu ler com mais fluência ou teve de parar para interpretar as palavras isoladamente?
-Escolha cinco chunks vistos acima que você quer ter como os seus favoritos no dia de hoje?
-Para fixar melhor o texto e caso você tenha tempo, faça uma cópia do texto. Ou seja, reescreva-o em uma folha de papel. Mas deixe algumas palavras de fora. Isso mesmo! Ao invés de copiar o texto todo, escolha 10 palavras e no lugar delas deixe um espaço em branco. Depois de algum tempo, volte a ler a sua cópia e tente preencher com as palavras que estiver faltando. Só então, veja se sua cópia está de acordo com o texto original.

FONTE:
http://denilsodelima.blogspot.com

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

PROMOÇÃO SONY TE LEVA AO JAPÃO - muito boa...

Uma viagem ao Japão de 15 dias, passagem e hotel pago com direito a acompanhante, mais 2500 dólares para gastar à vontade.

E ainda: Uma TV LCD Full HD de 69 " (já com o decodificador digital incorporado)
Essa vale a pena tentar!

Para ganhar a viagem é simples, basta acertar as seguintes perguntas a respeito da foto abaixo:

1) quem está com sono?

2) quantas mulheres no grupo?

3) quem acordou agora?

4) quais são os dois gêmeos?

5) quem está com raiva?

6) quem está alegre?



FONTE:
http://saltoafiado.blogspot.com/

Palavras do dono do WalMart



Discurso de Sam Walton, fundador do WAL MART, fazendo a abertura de um programa de treinamento para seus funcionários.

"Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.

Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.

Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranqüilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera.

Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não
me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas.

Engana-se.

Sabe quem eu sou???

EU SOU O CLIENTE QUE NUNCA MAIS VOLTA!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma.

Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, de me enviar um pouco mais de CORTESIA".


"CLIENTES PODEM DEMITIR TODOS DE UMA EMPRESA, DO ALTO EXECUTIVO PARA BAIXO, SIMPLESMENTE GASTANDO SEU DINHEIRO EM ALGUM OUTRO LUGAR."

WAL MART é a maior rede de varejo do mundo.

FONTE:
http://saltoafiado.blogspot.com/

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

História de Vida: Ser Negro - Leitura e Reflexão




Refletindo:
1-Selecione dez emoções sentidas pela autora do texto, durante sua infância, em relação à sua cor de pele, e descreva.
2-De acordo com a lista que você fez,é possível afirmar que a autora sofreu injustiças na sua infância? Justifique.
3-Que situações mudaram a vida da autora? Numere-as e descreva.
4- A vida da autora é marcada por situações de justiça ou de injustiça?
5-Se você estivese no lugar da utora, como lidaria com as aituações pelas quais ela passou? Escolha uma delas para descrever e comentar sua atitude.
6-Compare com um colega as listas que vocês fizeram nas questões 1 e 3. Vocês chegaram às mesmas conclusões?
7-O que ficou diferente na sua lista e na dele?
8-Você mudaria as suas conclusões depois da comparação?


Fonte: Saber Viver, 5ºano/Beatriz Lima e outras - Editora FTD

sábado, 11 de setembro de 2010

SUBSTANTIVOS - 5ª série / 6º ano






FONTE:
http://navegandonaeducacao.blogspot.com

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

FALSOS COGNATOS - INGLÊS

Nas frases abaixo identifique os falsos cognatos, substitua-os pelas palavras certas e reescreva-os em outra frase aplicando-os corretamente.

Exemplo: Frase errada - She pretends to travel abroad next December.
A palavra errada é "pretends". O correto seria intends ou wants.
Aplicação de "pretend" em uma frase certa:
If she pretends she doesn´t know him you´ll have to show them the picture I took last week at the mall where they were kissing each other.

1 - Attend the telephone !
2 - I haven´t been studying too much actually. I used to be a better student when I was younger.
3 - Woman: "What a nice collar ! I think I´ll wear it for the party tonight."
4 - Her new boyfriend is so educated ! He´s a real gentleman !
5 - I eventually play soccer. Not more than twice a year.
6 - I can´t believe you´ve been watching this novel every day. It´s such a stupid story...
7 - I need to go to the library to buy 3 English books. I´m gonna read them for my final test.
8 - You must watch that movie with English legends so you´ll practice your English.
9 - Maria goes to a particular school near her house.
10 - You´re such a sensible man, honey... You´re not afraid of crying when I´m watching a movie with you.
11 - My new girlfriens is a stranger. She was born in Italy and she came to Brazil last month.
12 - She´s so sympathtic... You´ll surely like her the minute you start talking to her.

Fonte:
http://inglesnapontadalingua.blogspot.com/

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Produção de História em Quadrinhos

1. Leia com atenção a piadinha abaixo:

O bebezinho da casa de Juquinha chorava o dia inteiro. Um dia, não aguentando mais aquele berreiro, o amigo de Juquinha disse-lhe:
- Seu irmão é chato, hein? O menino é chorão!
- Pois eu acho que ele tá certo.
- Certo como?
- Queria ver o que você faria se não soubesse falar, fosse banguela, careca e não conseguisse ficar de pé!
(Donaldo Buchweitz,org.Piadas para você morrer de rir;Belo Horizonte:Leitura,2001.p.10)

* Transforme a piadinha numa história em quadrinhos. Siga as instruções:

a) Risque em uma folha de sulfite cinco quadrinhos.
b)Desenhe em cada uma delas uma parte da piadinha, assim:
- no 1º quadrinho, coloque o bebê chorando desesperadamente; use os recursos gráficos que você já estudou (onomatopeia);
- no 2º quadrinho, o bebê chorando, dois garotos olhando para o nenê e um balãocom a primeira fala do texto saindo da boca de um dos garotos;
- no 3º quadrinho, somente os dois garotos, e o irmão do bebê, indignado, respondendo;
- no 4º quadrinho, o outro garoto fazendo a pergunta com cara de espanto.
- no 5º quadrinho, a conclusão do irmão do bebê.

Procure mostrar o comportamento das personagens por meio de gestos e da expressão do rosto e use letra de forma e maiúscula.

c) Dê um título à história, incorporando-o ao 1º quadrinho, e pinte os desenhos.
ATIVIDADE DESENVOLVIDA COM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DA ESCOLA ESTADUAL MANUEL BANDEIRA - ALTO PIQUIRI - PARANÁ

Aluno: Ayr

Aluno: Tiago Ferreira da Silva

Aluna: Rubia

Aluno: Rafael Pacagnan de Farias

Aluna: Angela Mayara

Aluna: Gabriele Requena



FONTE:
Português Linguagens / 5ª série - William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Lenda Indiana

Este vídeo chegou até mim, pelas mãos de minha prima e também professora Nilda. Eu amei logo de cara, e vi nele as várias possibilidades de trabalhar com ele em sala de aula.
Espero que gostem...



- A união faz a força - juntos podemos mais;
- "Meu trabalho é apenas uma gota no oceano, mas sem esta gota, o oceano não seria o mesmo." (Madre Tereza de Calcutá)
- Tomada de decisão

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

A Idade do Romance (Norman Rockwell)



1. Ao observarmos o quadro, notamos a presença de dois planos: o primeiro, com cores mais fortes, apresenta um garoto e um cachorro; o segundo, dentro de um círculo e com cores mais fracas, apresenta um rapaz e uma moça cavalgando.
No primeiro plano:
a) O que o garoto está fazendo?
b) Pela expressão de seu rosto e por sua postura física, como parece estar sendo essa atividade para ele?

2. Observe agora o segundo plano. Note os detalhes do cenário: as construções, as roupas e o rosto das personagens, as armas e a bandeira do cavaleiro, etc.

a) A que época corresponde esse cenário? Justifique sua resposta com elementos da pintura.

b) Observe a figura do cavaleiro. Ele usa no rosto algo que ainda não existia na sua época. O quê?

c) Conclua: Quem é o cavaleiro?

d)Levante hipóteses: Quem possivelmente é a moça que cavalga com ele?

3. O quadro se intitula A idade do romance.
a) Que objeto do primeiro plano é responsável pela “viagem” que o garoto faz no tempo e no espaço?

b) Pelos objetos que estão à volta do garoto, você acha que essa “viagem” vai acabar quando ele terminar a leitura? Por quê?

c) Você acha que o tipo de história que o garoto está lendo é adequado à idade dele?

d) Qual dos dois planos é mais cheio de aventuras e emoções para o garoto: o plano da realidade ou o plano da fantasia?

4. Nas histórias medievais, o cavaleiro-heroi normalmente é fiel ao amor de uma donzela e luta até à morte para defendê-la, se necessário. No segundo plano, a companhia da donzela sugere fidelidade. No primeiro plano, embora não haja a sugestão amorosa, também temos um elemento que se associa à fidelidade. Qual é esse elemento?

5. Como conclusão dessa leitura, indique em seu caderno as afirmativas verdadeiras sobre o quadro:
a. A leitura é retratada pelo quadro como uma atividade cansativa e pouco prazerosa.
b.Por meio dos livros, o leitor é levado a mundos imaginários, deslocando-se no tempo e no espaço.
c.O leitor identifica-se com aquilo que lê e às vezes chega a projetar-se nas personagens da história.
d.Pelo número de livros que estão em torno do garoto, supõe-se que ele já tenha feito ou ainda vá fazer muitas outras viagens pelo mundo da palavra.
e) O mundo de fantasia criado pela leitura não causa na vida real nenhum efeito sobre o leitor.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Bullying: brincadeiras que ferem



Colégio Estadual Gov. Luiz Viana Filho

Bullying: brincadeiras que ferem

Ameaças, agressões, humilhações... a escola pode se tornar um verdadeiro inferno para crianças que sofrem nas mãos de seus próprios colegas, ainda mais nos dias de hoje, em que a internet pode potencializar os efeitos devastadores do bullying. Você sabe o que é isso? Onde e como ele ocorre?

Você já ouviu falar de bullying? O termo em inglês pode causar estranhamento a muita gente, mas as atitudes agressivas intencionais e repetitivas que ridicularizam, agridem e humilham pessoas – tão comum entre crianças e jovens – é muito familiar a todos. A palavra inglesa 'bully' significa valentão, brigão. Atos como empurrar, bater, colocar apelidos ofensivos, fazer gestos ameaçadores, humilhar, rejeitar e até mesmo ameaçar sexualmente um colega dentro de uma relação desigual de poder, seja por idade, desenvolvimento físico ou relações com o grupo são classificados como bullying. O problema pode ocorrer em qualquer ambiente social – em casa, no clube, no local de trabalho etc –, mas é na escola que se manifesta com mais freqüência. (...)
O Bullying é um problema mundial, encontrado em qualquer escola, não se restringindo a um tipo específico de instituição. Esse 'fenômeno' começou a ser pesquisado há cerca de dez anos na Europa, quando se descobriu que ele estava por trás de muitas tentativas de suicídio entre adolescentes. Geralmente os pais e a escola não davam muita atenção para o fato, que acreditavam não passava de uma ofensa boba demais para ter maiores conseqüências. No entanto, por não encontrar apoio em casa, o jovem recorria a uma medida desesperada. E no Brasil a situação não é diferente.(...)
Quem já não teve um apelido ofensivo na escola? Ou mesmo sofreu na mão de um grupo de colegas que o transformava em 'bode espiatório' de brincadeiras no colégio? Exemplos não faltam. Entre alguns deles está o da gaúcha Daniele Vuoto, que conta toda a sua história em um blog onde também discute sobre o assunto e troca experiências com outras vítimas desse tipo de agressão, psicológica, física e até de assédio sexual. (...)
"O aluno alvo de bullying se culpa muito pelo que acontece, e é preciso esclarecer isso: um aluno que agride outro, na verdade, também precisa de ajuda, pois está diminuindo o outro para se sentir melhor, e certamente não é feliz com isso, por mais de demonstre o contrário. A turma entra na onda por medo, não por concordar. Enxergar a situação dessa forma pode ajudar muito", conta Daniele.
Porém, a realidade de vítimas que 'sofrem em silêncio', como Daniele explica em seu blog, está mudando. Além de atitudes como a da estudante, em que pessoas utilizam a internet para procurar ajuda e trocar experiências, o assunto vêm ganhando corpo e se tornando pauta de veículos de comunicação de massa, a exemplo das matérias veiculadas no Jornal Nacional, da Rede Globo, e em discussões como a realizada no programa Happy Hour, do canal a cabo GNT. (...)

(Disponível em: http://www.educarede.org.br/educa/index.cfm?pg=revista_educarede.especiais&id_especial=361. Acesso:22 agosto 2010)





Trabalhando com o texto

1. Como o autor define bullying?
2. Por que o termo foi utilizado em inglês?
3. Segundo o texto, esse tipo de atitude precisa ser seriamente enfrentado. Qual sua opinião?
4. Você acredita que o bullying existe na escola apenas pelo fato de que as crianças são diferentes entre si? Explique.
5. Que soluções você apontaria para o problema?
6. Em algum momento, na nossa escola, você se sente vítima de bullying? Justifique sua resposta.
7. Você conhece ou já ouviu falar de alguém na nossa escola, vítima de bullying?

FONTE:
http://desmontandotexto.blogspot.com/

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

" Quando a boca cala....o corpo fala"

Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico.

E muitas vezes :

O resfriado escorre quando o corpo não chora.

A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

O diabetes invade quando a solidão dói.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça deprime quando as duvidas se aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta quando o orgulho escraviza.

A pressão sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a "criança interna" tiraniza.

A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

E as tuas dores caladas ? como elas falam no corpo ?

Mas cuidado....escolha o que falar, com quem, onde, quando e como !!!

Crianças é que contam tudo , para todos, a qualquer hora, de qualquer forma.

Passar relatório é ingenuidade.

Escolha alguém que possa organizar as idéias, harmonizar as sensações e recuperar a alegria.

Todos precisam saudavelmente de um ouvinte interessado.

Como sempre, depende principalmente do nosso esforço pessoal fazer acontecer as mudanças na vida.

domingo, 29 de agosto de 2010

O NÓ

Em uma reunião de pais, numa escola de periferia, a diretora incentivava o apoio que os pais deveriam dar aos filhos. Ela lembrava também que os mesmos deveriam se fazer presentes para os filhos. Entendia que, embora soubesse que a maioria dos pais e mães daquela comunidade trabalhasse fora, deveriam achar um tempinho para se dedicar as crianças e atendê-las.
A diretora ficou muito surpresa quando um pai se levantou e explicou, na sua maneira humilde, que não tinha tempo de falar com o filho, nem de vê-lo durante a semana, pois saía muito cedo para trabalhar e o garoto ainda estava dormindo, e ao voltar ele já havia se deitado, porque era muito tarde.

Explicou, ainda, que tinha de trabalhar assim para poder prover o sustento da sua família. Porém, ele contou que isso o deixava angustiado por não ter tempo para o filho, mas que tentava se redimir, indo beijá-lo todas as noites quando chegava em casa, e, para que o filho soubesse de sua presença, dava um nó na ponta do lençol que o cobria. Isso acontecia, religiosamente, todas as noites, ao beijá-lo.

Quando este acordava e via o nó, sabia por intermédio dele que o pai tinha estado ali e o havia beijado. O nó era o elo de comunicação entre ambos.

Mais surpresa ainda a diretora ficou ao constatar que o filho deste pai era um dos melhores alunos da sala.

Esta história nos faz refletir muitas e muitas maneiras de um pai se fazer presente, de se comunicar com o filho, e esse pai encontrou a maneira dele. E o mais importante: a criança percebeu isso.
Nós nos preocupamos com os nossos filhos, mas é importante que eles sintam, que saibam disso.
Devemos nos exercitar nessa comunicação e encontrar cada um a própria maneira de mostrar ao filho a sua presença.

E, você, já deu um nó no lençol do seu filho hoje?

Autor Desconhecido



FONTE:
www.mensagensepoemas.uol.com.br/

sábado, 28 de agosto de 2010

VISTA MINHA PELE

O curta metragem "Vista minha pele" criado pelo MEC a fim de abordar a questão do preconceito racial.
Nesta história invertida, os negros são a classe dominante e os brancos foram escravizados. Os países pobres são Alemanha e Inglaterra, enquanto os países ricos são, por exemplo, África do Sul e Moçambique.
Maria é uma menina branca, pobre, que estuda num colégio particular graças à bolsa-de-estudo que tem pelo fato de sua mãe ser faxineira nesta escola. A maioria de seus colegas a hostilizam, por sua cor e por sua condição social, com exceção de sua amiga Luana, filha de um diplomata que, por ter morado em países pobres, possui uma visão mais abrangente da realidade.

Palavras-chave: Preconceito Racial. Diferenças Sociais. Ambiente Escolar. Evasão Escolar. Estereótipos.







ATIVIDADES

* Após assitirem ao filme, o professor poderá solicitar que os alunos formem grupos e discutam os seguinte pontos:
- Refletir sobre o que significa ser branco(a) no Brasil?
- Qual a concepção que possuem do conceito de raça?
- Quais as cenas que mais sentiram incomodados? E por quê?
- Quais as evidências de desigualdades relativas Às diferenças étnico-raciais que já presenciaram no cotidiano escolar?
- Apontem algumas estratégias de combate a atitudes preconceituosas e discriminatórias no espaço escolar.

Um membro de cada grupo fará a socialização dos aspectos consensuais e/ou não consensuais das discussões.

* Intertextualidade: Músicas que podem ser comparadas ao filme assistido:
-Olhos coloridos (Sandra de Sá)
- Loirinha Bombril (Paralamas do Sucesso)
- Racismo é burrice (Gabriel, o pensador)

* Exposição de fotos: "PRETO NO BRANCO" (Legendas em Inglês)

* Produção textual sobre o tema abordado no filme.

* Pesquisa para posterior montagem de Painel de Personalidades Negras.

* Cartazes que reflitam realidades sociais relativas ao tema.

* "Oficinas de Costumes Africanos" - Penteado afro, confecção de bijuterias, roupas costumizadas, etc.

* Painel ilustrado: "Poetas Negros da Literatura Brasileira".

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Minha filha, minha princesinha...Nicole!


Parabéns minha filha, por mais esta data.
Parabéns pela beleza que você espalha por onde passa!

Parabéns pela doçura de seus gestos – pela ternura que sempre trás em suas palavras.

Parabéns minha filha por estar crescendo assim, tão cheia de vida, de alegria, enchendo nossos dias de uma paz verdadeira – a paz do amor.

Como mãe, me sinto orgulhosa por você ser esta criança cheia de amor e fé...e de ser minha companheira, minha amiga...amorosa...meiga...

Vá em frente. Continue firme na fé – estarei sempre aqui sendo a sua maior torcedora.

Filha, você é a nossa bonequinha, o nosso mimo, o nosso sonho; a nossa princesinha.
Espero que continue nos enchendo de orgulho.

Parabéns nesta data querida e que muitos e muitos anos você tenha pela frente para realizar os seus sonhos maiores.

Que Deus te abençõe...

Beijos e que todas as forças do Universo estejam com você - hoje e sempre.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Music: Three little birds (Bob Marley)


A letra da música é muito fácil:


Mas...peraí! Está faltando uma parte da tradução:

Pitch by my door step - Pousaram no degrau de minha porta
Singing sweet songs - cantando doces canções
of melodies pure and true - ______________
Saying "This is my message to you!" - _______

Este pequeno trecho, então, é a 1ª atividade: traduzir estes dois versos da música.
Caso você precise consultar um dicionário ( lembre-se que palavras como "melodies" e "pure" e até "message", são palavras transparentes, portanto, dispensam o uso de dicionário!)

Já a 2ª atividade, consiste em duas perguntas onde os alunos deverão dar respostas pessoais:

a) "This is my message to you". Qual foi a mensagem que a música passou para você?
b) Na sua opinião a letra da música tem a ver com a historinha no vídeo? Por que?

Ao ouvir a música "Three little birds" [Três passarinhos] eu pensei em pesquisar sobre algumas expressões comuns em inglês tendo como base a palavra "bird".

Para começar há um ditado bastante popular que diz assim "mais vale um passáro na mão do que dois voando". Em inglês, esse ditado é "a bird in the hand is worth two in the bush". A tradução literal não vai ficar igual à nossa expressão; porém a ideia é a mesma.

Ainda falando de ditados populares tem um que acho bem curioso. Em português dizemos "matar dois coelhos com uma cajadada só". Se você falar isso literalmente em inglês, é certeza que ninguém vai entender bem o que você pretende dizer. Isso porque para eles o ditado é "kill two birds with one stone". Por que será que os animais e a arma do crime nesses ditados mudam de uma língua para outra? Enfim, caso alguém tenha a resposta é só deixar um comentário aqui.

Você sabe que geralmente pessoas que se vestem, falam, pensam de modos idênticos andam sempre juntas. Isso é conhecido como "panelinha" ou "grupinho" em português. Em inglês, é "clique". No entanto, podemos resumir tudo dizendo "birds of a feather flock together", ou seja, pessoas que pensam igual, se vestem da mesma maneira, compartilham os mesmos desejos, intenções e comportamento estarão sempre juntas. Em português costumam interpretar essa expressão por "diga-me com quem tu andas, que te direi que você é".

Digamos agora que você tem um amigo que "eats like a bird" isso quer dizer que ele come muito pouco. Esse é sem dúvidas o tipo de amigo que você não convidará para ir a um rodízio de churrasco ou massas. O prejuízo ficará com você! O oposto de "eat like a bird" é "eat like a horse". Um amigo que "eats like a horse" é o amigo perfeito para levar a um rodízio, não é mesmo? Nesse caso o prejuízo será do dono do restaurante!

Uma expressão que acho uma gracinha é "the birds and the bees". Se você é pai ou mãe certamente terá de conversar com seus filhos sobre "the birds and bees" uma hora. Ou seja, chegará o momento que terá de falar sobre copulação e reprodução humana [= sexo e bebês]. Vai ter de falar sobre o segredo da vida!

A expressão "for the birds" significa "sem valor" ou "nada interessante". Isso quer dizer que posso descrever um objeto ou uma ideia como sendo "for the birds". Coisas que não devemos dar atenção, pois não merecem a nossa atenção.

Para encerrar tem também "the early bird catches the worm", "Deus ajuda quem cedo madruga". Se você é uma pessoa que adora acordar cedo e chega cedo ao trabalho poderá ser chamado em inglês de "early bird". Por falar nisso, are you an early bird?

FONTE:
www.youtube.com.br
http://profjaime2.blogspot.com/
http://denilsodelima.blogspot.com/

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Nem tudo é o que parece

Lilian Wite Fibe

Pregando a Briba

SBT - Casos de Familia (Amigas inimigas)

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Influência Indígena no Brasil

Preconceito Racial

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

BULLYING - II (Proposta de Atividade-Língua Portuguesa)

Primeiramente, acho conveniente fazer uma introdução do assunto que será tema de discussão, neste caso, Bullying.
O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Como verbo, quer dizer ameaçar, amedrontar, tiranizar, oprimir, intimidar, maltratar. O primeiro a relacionar a palavra ao fenômeno foi Dan Olweus, professor da Universidade da Noruega. Ao pesquisar as tendências suicidas entre adolescentes, Dan Olweus descobriu que a maioria desses jovens tinha sofrido algum tipo de ameaça e que, portanto, bullying era um mal a combater.
Ainda não existe termo equivalente em português, mas alguns psicólogos e estudiosos do assunto o denominam “violência moral”, “vitimização” ou “maus tratos entre pares”, uma vez que se trata de um fenômeno de grupo em que a agressão acontece entre iguais – no caso, estudantes. Como é um assunto examinado criteriosamente há pouco tempo, cada país ainda precisa encontrar um vocábulo ou uma expressão, em sua própria língua, que tenha esse significado tão amplo.
Os vídeos abaixo apresentam de forma clara e objetiva o conceito e suas consequências.







Após a exibição dos vídeos, inicia-se a discussão sobre o tema, dando oportunidades para que os alunos apresentem e troquem impressões e também façam inferências sobre o assunto.

Neste momento, o professor terá a oportunidade de perguntar se algum deles já foi alvo de implicâncias e perseguições de colegas na escola. Questionar: Se houve algum tipo de agressão física ou as ações se deram mais no campo moral, com a escolha de apelidos politicamente incorretos? Os jovens percebiam risadinhas, empurrões, fofocas ou a propagação de termos pejorativos como bola, rolha de poço, baleia, nerd, quatro-olhos etc.? Quem já recebeu mensagens difamatórias ou ameaçadoras no celular, no Orkut ou nos blogs pessoais? Provavelmente muitos dirão que já testemunharam "brincadeirinhas" do gênero, mas dificilmente admitirão que já as promoveram.

Chame a atenção dos jovens para o fato de que o bullying, às vezes considerado normal por algumas pessoas, está longe de ser inocente. Apesar de configurar prática comum entre crianças e adolescentes de países diferentes e fazer parte do cotidiano escolar em todas as épocas, deve ser constantemente evitado e combatido. Ressalte que uma das maiores preocupações dos estudiosos do assunto são os efeitos psicológicos que as agressões podem produzir nas vítimas.

Destaque os sinais apresentados por aqueles que são alvos da “brincadeira sem graça”. Lembre que daí podem advir problemas como depressão, angústia, baixa auto-estima, estresse, isolamento, fobias, evasão escolar, atitudes de autoflagelação e até suicídio.

ATIVIDADES:
- Pedir para que todos pensem numa possível tradução da palavra para o nosso idioma.

- Proponha que os alunos colham depoimentos, de pais, tios, avós e outras pessoas de diferentes faixas etárias sobre as dificuldades de relacionamento que experimentaram durante o tempo de escola. Quais eram os apelidos mais comuns naquela época? Alguém foi às “vias de fato” com os colegas que criavam e apontavam defeitos nos outros? Certamente a garotada vai identificar casos diversos de pessoas que sofreram intimidações e agressões no passado.
É importante que os depoentes contem de forma franca o que viveram e expliquem como superaram suas dores.
Posteriormente, os alunos poderão expor os dados que coletaram. Analisando cada relato, tendo assim, a oportunidade de se identificar com os entrevistados e também de se colocar no lugar de quem é perseguido, achacado, discriminado, humilhado e ridicularizado ainda hoje.
Depois peça que, divididos em pequenos grupos, aprofundem a questão e elaborem uma lista de ações para evitar o bullying na escola.
As sugestões de cada equipe serão organizadas e apresentadas por meio de um grande painel para todo o colégio.
Por fim, oriente a execução de textos dissertativos individuais sobre o fenômeno.



FONTES:
http://revistaescola.abril.com.br/
http://www.youtube.com.br